10.11.07

Os Fantasmas de Goya

Como isto dos posts é como as cerejas, por estes dias, caiu-nos no colo (e no goto) este título que também versa (a apaixonante) temática da Inquisição.

Não nos pareceu, um filme só sobre Goya, mas sim um retrato da Espanha nos finais do Séc. XVIII, ainda subjugada pelo intolerante e impiedoso espectro do Santo Ofício e pelo entrecuzar das invasões napoleónicas e os ideiais revolucionários.
Além de uma excelente fotografia, revela-nos também magníficas e sóbrias interpretações. Vale a pena!

monge

2 comentários:

avelaneiraflorida disse...

Amigo monge,
Não vi o filme!

Li o livro! Sobre isso tive várias perspectivas, mas não sei se me convence a ver o filme!!!!
Para mim o livro divide-se em duas partes, aquela em que se insere "história a martelo" e outra que é uma viagem interessante às pinturas de Goya...
Por isso tenho algumas reticências...
Bjks

monge e eremita disse...

Olá amiga avelaneira

Não li o livro. Quanto ao filme, embora não seja nenhuma obra prima, julgo que Milos Forman consegue dar uma perspectiva interessante da realidade da época. Vê e aproveita para fazeres uma comparação com o livro. É sempre interessante.

bj

monge