29.5.08

As sociedades secretas


"Quem deseja levantar o véu sobre as sociedades secretas apercebe-se facilmente de que sempre acompanharam a história das sociedades humanas, desde as origens mais remotas. Já no seio de grupos neolílitos, feiticeiros e xamãs transmitiam, a um pequeno grupo de eleitos, o privilégio de comunicar com os espíritos. Nas cidades antigas, cultos oficiais e públicos coabitaram com os mistérios impenetráveis aos seres profanos e foram sendo contituídas, à margem das grandes religiões, seitas nas quais a revelação devia paradoxalmente permanecer dissimulada. O segredo mantido oculto é frequentemente de natureza espiritual, por vezes esotérica, mas a esfera política não foge a esta vontade de construir, no seio de uma sociedade que pretende cada vez mais reger todos os aspectos da vida, uma outra organização que, à falta de poder substituir um Estado ou uma Igreja omnipresentes, agirá subterraneamente".

Um bom livro de consulta para se perceber melhor como alguns homens se conseguem estruturar em torno de dogmas, fés e práticas numa crensça transcendente, algo que, por vezes nos excede, mas com o qual é possível entar em contacto.

Hoje em dia, cada vez mais, as sociedades são constituidas por acções e descaradamente tentam entrar em contacto com o nosso bolso, para nos tirar (neste caso somos nós os eleitos) um tostãozinho que a gente tenha. Qualquer dia arrancam-nos os olhos. Irra!

8 comentários:

bacão disse...

Antes de os arrancarem...
tentam por todos os meios tapá-los através de artifícios cada vez mais elaborados... na publicidade, nos filmes, na net, jornais, revistas, enfim... os média invadiram o consciente e minaram o inconsciente. Somos UM PRODUTO da sociedade... o maior de todos os produtos pois é aquele que mais "produtos" consome e (não) precisa. E quando se lhe acabar as necessidades, criam-se-lhe mais algumas. A arte é esta... não pecisamos de metade do que temos mas necessitamos de cada vez mais...
Agora... vou às compras a ver se acalmo esta clarividência que me cega!!! Mais umas dívidas não devem fazer mal... pois não???
VIVA a escravatura do consumismo, do globalismo e do imperialismo!!! VIVA!VIVA!VIVA!

1/4 de Fada disse...

Esta mistura entre o sagrado e o profano aborrece-me muito, na medida do seu aproveitamento político, precisamente no contexto do teu post. É que eu sempre gostei imenso, ao estudar História, da religião, das mentalidades e de tudo o que se lhe relaciona, mas detesto estas "misturas". Não gosto de seitas nem de manipulações.

LeniB disse...

Este é um tema pelo qual nutro um grande fascínio, sendo também alvo de muitas e longas conversas entre amigos.
Mas a conclusão é sempre a mesma: uma sociedade só é governada pela sustentação de mini-sociedade...secretas.
Quanto às seitas, existem desde tempos imemoriais...recordemos só os caduceus, os zelotas, os essénios...

monge disse...

Boa reflexão bacão amigo ... ainda queres maior clarividência! Somos sem dúvida o maior produto de todos. Temos de concluir como o outro, que sabe que eles sabem que ele sabe. Sem dúvida.

monge disse...

Olá um quarto de fada

A mim talvez me atraia mais o profano. É mais genuino e não sofre tantas influências que desvirtuem o seu propósito. No entanto, as misturas são inevitáveis e acredita que é possível que tendam para a manipulação.

monge disse...

E que bons temas se conversam entre amigos, não é lenib?
Ainda bem que sabes que existem, mas não me parece que sejam assim tão minis.E o secretismo é que as torna, de certo modo, mais interessantes.
Contudo, há organizações que não sendo seitas, gosto de saber mais sobre elas, porque acabam por influenciar as mentalidades, a sociedade e até a própria época. Gosto particularmente de ler sobre os Templários.

de dentro pra fora.... disse...

Tudo que se vai mantendo em segredo tem o seu quê de fascínio...
Gosto de um grupo Carismático que descobri...
Também estes grupos foram mantidos no segredo durante muito tempo..

Blue Eyes disse...

Olá Monge:

http://www.umanovaera.com/conspiracoes/
As_Sociedades_Secretas.htm

Podes fazer download do livro "As Sociedades Secretas e seu poder no século XX".

Eu faço parte de uma sociedade que não tem nada de secreto...a da amizade. ;)

Bom-fim-de-semana amigo