22.5.08

Café


Quem foi o arquitecto

que fez este café

tão longe da natureza

e tantos homens de pé?

Criado: põe esta gente na rua!

E abre um buraco no tecto

que eu quero ver a lua.

José Gomes Ferreira

6 comentários:

1/4 de Fada disse...

Óptima escolha. Concordo em absoluto com o pedido.

Blue Eyes disse...

Foi por isso que mandei abrir umas janelas no sótão. :) O sítio onde vivo é privilegiado, visto que fica perto do rio Mondego...tem uma fauna e flora espectaculares!Eu, o Rui e o Zé Pedro divertimo-nos a dar umas voltas de bicicleta e a fazer uns piqueniques.
Tendo eu crescido perto da natureza, não fazia sentido que o mesmo não fosse com o meu filho!

*** grandes

LeniB disse...

Subscrevo as palavras da Fada!

Bacão disse...

A beleza está aí... por vezes não temos sensibilidade, tempo ou discernimento para a contemplar ou apreciar... faltam-nos olhos de VER... e não é só a Lua, a natureza, a fauna, as estrelas,o Sol... a/o companheira/o, os filhos, os amigos, os inimigos, os alunos, os vizinhos, um desenho, um gesto, uma palavra... O VENTO.
Vou mandar abrir um buraco na minha mente para VER finalmente!!!

avelaneiraflorida disse...

Amigo monge,

e que bom este CAFÈ!!!!

brigados!!!!!

bjkas!

monge disse...

nem mais bacão, por vezes as coisas estão tão perto de nós que nem damos por elas e outras vezes nem as encontramos ... como diria algué, para encontrar é preciso andar distraido.

distrai-te, abraço