15.4.10



"Nós somos o que fazemos.
O que não se faz não existe.
Portanto, só existimos nos dias em que fazemos.
Nos dias em que não fazemos, apenas duramos".


Pe António Vieira

4 comentários:

sonho disse...

Quero existir todos os dias...e não apenas durar...:)
Beijo d'anjo

Blue Eyes disse...

Mas às vezes 'sabe' tão bem não fazer nada... existir simplesmente... mas só às vezes! ;)

Bom fim-de-semana.

Li Malheiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Li Malheiro disse...

Olá Hoje diriamos: somos aquilo que escrevemos,e... somos ao quilo e ao litro, e se tivermos sorte e chegarmos a gestores (...da EDP...)poderemos ganhar um balurdio e olhar d´alto para os comuns dos mortais dizendo com "altruísmo" (falso claro!)quem manda são os accionistas, e vão afogando os Vales do Tua nos cifrões dos seus ganhos que são um insulto ao comum do cidadão que paga a conta, da luz que gasta, do seu bolso e, do orçamento do estado, o investimento na dita EDP que depois os accionistas gastarão de acordo com a sua voraz vontade de saque...
Nós somos também aquilo que permitimos que os outros sejam...
Hoje saiu assim ao fim da tarde enquanto aguardo uma reunião às 18,30 horas (que ha-de salvar o Mundo, hé hé hé)
Um abraço e amizade companheiro.
Li Malheiro